segunda-feira, abril 2

PRAXES ACADÉMICAS!

Já várias vezes aqui o disse.
E repito.
As praxes são coisa de gente adiantada mental
(daquele género que trouxe o país ao estado a que nos encontramos).
Ouvi um adiantado mental com ar de ter cerca de 45 anos e
ainda andar a brincar aos estudantes com capa e tudo
regurgitar qualquer coisa acerca de "doutores e caloiros".
Eu dava lhe o doutor.
ISTO é o quê?
Faço sempre o meu papel quando os vejo.
Injurio-os completamente...
por norma no Rossio onde costumam "praxar"/humilhar tanto.
Tanta merda contra o passado e ninguém acaba com estas "Tradições"?

4 comentários:

Anónimo disse...

Caro Editor, eu fui praxado e praxei e nunca fui maltratado/humilhado nem nunca fiz isso a quem praxei. Vejo e sempre vi a praxe como integração mesmo. Anormais há em todo o lado e em Portugal parece que abundam, o mal na praxe é como em tudo o resto neste país, a falta de fiscalização e responsabilização como deve ser.

Abraço e saudações Monarco-Benfiquistas

Flácido Sulfúrico

V.Cosme disse...

Amigo...
já fui praxada e já praxei...nunca me fizeram mal, nunca me envergonharam...(sou de certa forma algo gordinha ;) ) e tudo o que se passava era beber e conviver...o que fazia era tentar integrar os caloiros e fazê-los ficar á vontade...por curiosidade estudei em Coimbra.
Independentemente disso acho que há coisas que não deviam acontecer e pessoas (animais) que não deviam praxar...

editor69 disse...

Pessoal pliiiiissssss.
Que tal um...
"Malta benvindos...nós já cá estamos vocês acabaram de chegar...embora beber uns copos?"
Quer me parecer que ia resultar na mesma.
Mas isso sou só eu que vejo a "prepotencia" da capa.
Também eu sofri praxe na tropa como cabo.
No turno seguinte terminei com ela.
Pelo menos nas duas incorporações seguintes não houve.E a unidade não acabou.
:)

Abreijos.

WB disse...

TUDO SOBRE PRAXE E TRADIÇÕES ACADÉMICAS: VERDADE VS MITOS no blogue Notas&Melodias (Ver listagem de alguns artigos na coluna do lado esquerdo do blogue):

http://notasemelodias.blogspot.pt/